quinta-feira, 14 de março de 2013

Só o Amor é Real

Ó tu, moço ou jovem que te julgas abandonado pelos teus deuses, saiba que, se te tornares pior, irás  ter com as piores almas, ou, se melhor, juntar-te-ás às melhores almas, e em toda sucessão de vida e morte farás e sofrerás o que um igual pode merecidamente sofrer nas mãos de iguais. É esta a justiça dos céus. (Platão)


As vezes, os acontecimentos mais importantes de nossa vida sucedem antes que os percebamos, como a aproximação silenciosa de um gato selvagem. Como deixamos de notar algo tão importante? A camuflagem é psicológica. 

A negação, o ato de não ver o que está diante de nossos olhos, pelo fato de realmente não querermos ver, é o maior desses disfarces. Acrescente-se a fadiga, as distrações, as racionalizações, a fuga mental e todos os outros afazeres da mente que se interpõem em nosso caminho.

Felizmente, a persistência do destino pode atravessar  os disfarces e distinguir aquilo que precisamos ver, a cena principal emergindo do fundo como nas imagens em três dimensões.
__
In, Só o Amor é Real. Brian Weiss

Um comentário:

  1. Às vezes venho aqui... ler o que escreve, o que sente. Saudades de você!

    ResponderExcluir